“Trabalho” em inglês – diferenças entre “job”, “work” e “office”


Meus alunos sempre me perguntam sobre a diferença entre as palavras “job” e “work”. Existem diferenças claras, como o fato de “job” ser um substantivo contável enquanto “work” é um substantivo incontável. “Work” também pode ser um verbo, mas “job” não. Para explicar a diferença entre “job”, “work” e “office”, separamos algumas perguntas, tente responder escolhendo a palavra correta.

What is your work/job?
What time do you go to work/job?
Where do you work/job/office?
Where is your work/job/office?

Ficou com dúvida? Confira as respostas corretas e a explicação.

What is your job? (Qual o seu trabalho?)
“Job” é a palavra mais específica e fala sobre um tipo particular de trabalho. Nós costumamos responder com “I am a (cargo/emprego), ou seja “Eu sou um(a) (cargo/emprego)”. Ou “My job is writing about English, que seria “Meu trabalho é escrever sobre inglês”.

What time do you go to work? (Que horas você vai para o trabalho?)
Com essa pergunta não estamos focando especificamente em qual o trabalho de alguém, mas sim no horário que a pessoa sai de casa para ir. O trabalho não importa – o horário é o centro da questão. Responda com: “I go to work at (time)” (Eu vou para o trabalho às [hora]).
Use “work” também para falar sobre outros assuntos relacionados a sua rotina de trabalho. Por exemplo: “How do you get to work?” (Como você chega no trabalho?).

read more…

WH Questions in English: The most common WHERE Questions


Does it take you a long time to answer questions in English? In this conversational lesson, I’ll teach you more than ten common questions that start with “where”. You improve your speaking by knowing the most common questions English speakers use in conversation. Learn to speak more fluently by practicing saying these questions the way native speakers say them.

Expressões básicas ajudam a se virar fora do país; aprenda algumas


Conhecer outro país é uma experiência incrível, mas muitas pessoas acabam tendo dificuldades na hora de curtir a cultura local por conta do idioma. Afinal, como se relacionar com algum nativo se você nem ao menos sabe falar um educado “bom dia” na língua dele?

Claro que se você não domina o idioma vai ser difícil manter um diálogo mais profundo. No entanto, saber como se virar em conversas básicas em lojas e restaurantes do local que você vai visitar facilita, e muito, a vida de qualquer um. Além de contar muitos pontos no quesito simpatia para com os locais.

Um erro recorrente na hora de cumprimentar alguém – ou um grupo de pessoas – em inglês é confundir “Good evening” com “Good night”. Isso porque quando a pessoa chega a um local no período da noite deve dizer “Good evening”, pois cumprimentar com “Good night” quer dizer que ela estaria se retirando do ambiente, soando como se estivesse dizendo “tchau”.

read more…

Relative pronouns


The relative pronouns are:

 

Subject Object Possessive
who who(m) whose
which which whose
that that

 
We use who and whom for people, and which for things.
Or we can use that for people or things.

We use relative pronouns:

after a noun, to make it clear which person or thing we are talking about:

the house that Jack built
the woman who discovered radium
an eight-year-old boy who attempted to rob a sweet shop

• to tell us more about a person or thing:

My mother, who was born overseas, has always been a great traveller.
Lord Thompson, who is 76, has just retired.
We had fish and chips, which is my favourite meal.

But we do not use that as a subject in this kind of relative clause.

We use whose as the possessive form of who:

This is George, whose brother went to school with me.

We sometimes use whom as the object of a verb or preposition:

This is George, whom you met at our house last year.
This is George’s brother, with whom I went to school.

Read more…

Como viver em mansões ao redor do mundo sem pagar aluguel


Você quer morar num castelo? Tipo, um castelo normando de verdade na França, grátis? Claro que sim, mesmo que o castelo seja “pequeno” e venha com dois cachorros e três gatos para cuidar – isso é trivial comparado com o fato de que você está vivendo numa porra de um castelo.

Parece uma oportunidade única na vida, mas esse tipo de arranjo é relativamente comum em sites internacionais de cuidadores de casas, onde estranhos convencem outros estranhos a tomar conta de suas vilas e seus gatos em troca de moradia grátis. O negócio que mencionei acima é real, atualmente em oferta no meu site favorito dehousesitting, o Mind My House. Pagando a assinatura de US$ 20 e criando um perfil convincente, você pode estar alimentando um labrador num castelo vazio na França daqui algumas semanas.

read more…

5 TIPS TO MAKE CONSTRUCTING ENGLISH SENTENCES EASY


English grammar can often seem strange. We have so many rules for making sentences and almost as many exceptions to those rules. On a basic level, though, most English sentences follow a similar structure. Follow these five tips to make constructing English sentences easy.

  1. Get the words in the right order. The most common order for parts of a sentence is: subject, verb, object (if present).

Steve kicked the ball.

In this sentence, the subject is ‘Steve’, the verb is ‘kicked’ and the object is ‘the ball’. To help you remember this structure, try making an example with someone you know well as the subject and something they do often for the verb and object.

read more…