Expressões dos Seriados: Make the rounds


Hi everyone! A expressão de hoje é “Make the rounds“. Ela significa “passar de boca em boca; ir de um lugar para o outro”. Confira abaixo os exemplos com áudio.

  • The rumor making the rounds in my town is that the mayor has a lover. [ O boato que está correndo na minha cidade é que o prefeito tem uma amante. ]
  • We decided to make the rounds of the cheap bars in the city. [ Decidimos ir conhecer todos os bares baratos da cidade. ]

Ouça o áudio:

http://www.englishexperts.com.br/wp-content/uploads/2014/03/Make-the-rounds.mp3

Baixe o mp3

I hope you like it!

Referência

Ebook Gírias & Expressões dos Seriados III (com áudio). Adir Ferreira e Tim Barrett (áudio). Ebooks do English Experts, 2013. 65 pág. [compre na Fórum de Idiomas Store]

Enviar comentáriosAcessar versão online

Advertisements

SET UP: Como traduzir o phrasal verb “SET UP”?


SET UP

1. to establish or start a business [estabelecer, montar um negócio]

  • set upDavid and his friend Ken decided to set up their own software firm after they were dismissed from their previous jobs at computer companies.
  • David e seu amigo Ken decidiram montar sua própria firma de software depois que foram demitidos de seus empregos anteriores em empresas de informática.

Veja também open up (quarta acepção) e start up (segunda acepção).

Cf. Gramática: Software e Hardware
Cf. Como se diz “informática” em inglês?

2. to install equipment and get it ready to use [montar, instalar equipamento]

  • “Why don’t you ask Brian to help you set up the new computer you just bought? He’s good at these things”, Dennis told Mark.
  • “Por que você não pede a Brian para ajudá-lo a instalar o novo computador que você acabou de comprar? Ele é bom nessas coisas”, Dennis disse a Mark.

3. to trick someone, esp. by making them appear guilty of a crime [incrimimar, “armar”]

  • The police found out that Ray had been set up and that he wasn’t guilty after all.
  • A polícia descobriu que haviam armado para Ray e que afinal ele não era culpado.
  • The clever robbers set up an innocent man to take responsibility for the crime they had committed.
  • Os espertos ladrões armaram para um inocente levar a culpa pelo crime que tinham cometido

3a. noun form: set-up [“armação”]

  • “The whole thing is a set-up! I had nothing to do with what happened!”, exclaimed Bill.
  • “É tudo armação! Eu não tive nada a ver com o que aconteceu!”, exclamou Bill.

4. to schedule a meeting or an appointment [marcar, agendar reunião ou compromisso]

  • set up“Steve suggested setting up a meeting for next Thursday so we can discuss some pending issues”, Brian told his manager at the office.
  • “Steve sugeriu agendar uma reunião para a próxima quinta-feira para podermos discutir alguns assuntos pendentes”, Brian disse a seu gerente no escritório.

Cf. Inglês com Futebol
Cf. Phrasal Verbs: START UP
Cf. O mau uso de mal: corte o mal pela raiz
Cf. Sabotagem: não deixe que ela prejudique seu aprendizado

Sabotagem: não deixe que ela prejudique seu aprendizado de inglês


Sabotagem

Você começou a estudar inglês. O nível de empolgação é altíssimo – a cada aula, aprende algo novo. Sua fluência já ultrapassou o the book is on the table e, pouco a pouco, você vai ganhando confiança nas suas habilidades. Até já se arrisca a traduzir algumas frases que vê no Facebook, falar umas outras, e fica feliz porque conseguiu entender o refrão daquela música romântica que você ouve todas as noites na novela.

sabotagemDe repente, no meio de um programa sobre medicina, seu irmão pergunta: “Como se diz “vesícula biliar” em inglês?” Primeiro, você gela. Depois, sente um calor no rosto. E responde: “Não sei”. “Como assim”, pergunta seu irmão, “você tá nessa aula de inglês pra quê? Não sabe nada? Não aprendeu nada até agora?”

Você acaba de ser sabotado.

Cf. Como se diz “vesícula” em inglês?

A situação se repete com frequência. Pode partir do irmão, chefe, pai, mãe, amigo e até namorado ou namorada. E muitas vezes nos faz esquecer de todo o progresso que estamos fazendo nos nossos estudos. Este é justamente o momento no qual muitas pessoas desistem. A sabotagem pode se apresentar como uma pergunta sobre vocabulário que, talvez, você não saiba nem o que significa em português, ou que nunca usa no seu dia a dia. Às vezes, o sabotador pede que, no meio do shopping, você traduza uma música que está tocando como som ambiente. Outras vezes, assistindo à TV, você é convidado a fazer a tradução simultânea do rapper jamaicano que acabou de sair do show e está agitadíssimo, falando em meio a uma multidão de fãs que gritam sem parar.

Cf. Qual é a diferença entre “CHIEF”, “BOSS” e “CHEF”?

Ou seja, cada uma dessas situações exige um tipo específico de preparo. E tempo de estudo. Mesmo para um estudante que já esteja em um nível bastante avançado, ou para quem fala fluentemente, este tipo de interação com o idioma está se apresentando em circunstâncias adversas. Só pra você ter uma ideia, o treinamento para tradução escrita tem características diferentes da formação do intérprete que se dedicará à tradução simultânea de eventos.

Cf. Tradução Simultânea, Oscar e Porta dos Fundos

Lembro de uma aluna que, no nível avançado, fez uma entrevista online em inglês, e conseguiu uma vaga em uma empresa sueca. Ela estava radiante, até que foi sabotada. Pelo pai. Ele queria saber como dizer “barlavento” em inglês. Palavra que ela não conhecia – nem em português! E teve que ouvir toda a conversa sobre tempo e dinheiro jogado fora. Por pouco ela não desistiu do emprego dos sonhos.

Cf. Dicas para se sair bem na entrevista em inglês

O objetivo deste artigo é, em última análise, fazer com que você não se deixe abalar por esse tipo de sabotagem. Se é impossível conhecer absolutamente todas as palavras da sua própria língua, como achar que seria possível fazê-lo em um idioma estrangeiro? Se for oportuno, explique ao seu interlocutor (especialmente se for seu chefe!) os motivos pelos quais você não conhece aquela palavra em inglês, mas que terá prazer (e curiosidade) em pesquisá-la. Se for um pedido de tradução simultânea, seja de filme, música ou celebridade falando na TV, argumente que as pessoas que exercem essa profissão passaram por anos de preparação específica para fazer esse trabalho.

Enfim, encare a situação com leveza. Não deixe sua auto-confiança ser sabotada. Cada vez que me perguntam algo que não sei, corro para a internet e pesquiso, o que só faz com que o meu vocabulário aumente. Ou seja, em vez de encarar esses acontecimentos como sabotagem, eu os vejo como oportunidades de crescimento.

Cf. Como pesquisar no Google

sabotagemA propósito, quando a minha aluna, quase aos prantos, me contou a sua história, pesquisamos o termo juntas. “Barlavento” é termo náutico que indica de que lado está soprando o vento, e em inglês é windward. Live and learn!

Cf. Como falar inglês fluente?
Cf. Como se diz “vivendo e aprendendo” em inglês?
Cf. Os 10 erros mais comuns de quem estuda inglês

Você já passou por situação parecida? O que você fez? O Ulisses, responsável pelo Tecla SAP, contou um episódio parecido no post “Não me lembrei de como se diz “penca” em inglês! E agora?“. Por favor, conte a sua história nos comentários e enriqueça o debate. Obrigada!

Adriana Pereira Santos, formada em Letras pela UFBA, é professora de inglês e colaboradora do Tecla SAP.

Expressões dos Seriados: Lowlife


Hi everyone! A expressão de hoje é “Lowlife“. Ela significa “bandido, vagabundo, contraventor”. Confira abaixo os exemplos com áudio.

  • Of course he was going to get arrested. He’d only hang out with the lowlives of his hood. [ Claro que ele ia ser preso. Ele só andava com a galera da pesada do seu bairro. ]
  • I saw him and his lowlife friends yesterday. [ Vi ele e os amigos bandidos ontem. ]

Ouça o áudio:

http://www.englishexperts.com.br/wp-content/uploads/2014/03/Lowlife.mp3

Baixe o mp3

I hope you like it!

Referência

Ebook Gírias & Expressões dos Seriados III (com áudio). Adir Ferreira e Tim Barrett (áudio). Ebooks do English Experts, 2013. 65 pág. [compre na Fórum de Idiomas Store]

Para você também em inglês: You too.


Hoje, quero falar de um assunto simples, realmente daqueles bem básicos lá do início dos estudos, porém, muito importante na conversação, tanto em inglês americano quanto britânico. Apesar de considerá-lo bastante corriqueiro, você deve estar atento às dicas que iremos mostrar aqui para poder utilizá-lo direitinho ao se comunicar.

Quando alguém deseja a você alguma coisa boa, por exemplo, “tenha um bom final de semana”, “tenha um bom dia” ou “feliz Natal”, e você quer ser igualmente educado, quer retribuir a cordialidade (claro, essa é uma tendência que temos) e dizer “você também”, “para você também” ou “igualmente”. Em inglês, uma das opções mais comuns, se não for a mais comum de todas, é, nada mais, nada menos, do que “you too”. Sim, “you too” é uma expressão que você pode fazer uso em situações como as descritas acima. Vamos agora aos exemplos práticos, pois são eles que nos mostram de verdade como tudo funciona. Observe então atentamente.

Have a nice weekend! [(Tenha um) bom final de semana.]
You too. [Você também. Para você também.]

Have a good day! [(Tenha) um bom dia.]
Thanks, you too! [Obrigado, você também. Obrigado, para você também.]

Merry Christmas. [(Tenha um) feliz Natal!]
You too. [Você também. Para você também.]

Olha, é agora que surge uma pergunta, ou melhor, uma dúvida clássica que faz com que a gente, às vezes, não empregue esta expressão como deveríamos: posso usar “for” ou “to” com “you too” e dizer, em exemplos como os acima mostrados, “for you too” ou “to you too”? Bom, a resposta é a seguinte: não diga “for you too” neste caso, “for you too” não é uma resposta adequada. Porém, a outra opção, “to you too”, ocorre naturalmente no idioma, ou seja, é correto dizer “to you too”. Veja alguns contextos com ela para que possam visualizar melhor o que foi dito.

Merry Christmas. [(Tenha um) feliz Natal!]
And to you too. [E você também. E para você também.]

Happy Holidays! [Boas festas!]
Thank you! And to you too. [Obrigado! E você também. E para você também.]

Para concluir o post, aí vai um conselho: nunca deixe de tentar aprender porque comete alguns erros ou deslizes; eles são normais e podem ser corrigidos com o tempo, com paciência e continuidade. Claro, dicas como esta do “you too” são importantes sim, alguns detalhes no idioma contam, porém, o que vai realmente fazer a diferença nas suas habilidades é a sua persistência e vontade de melhorar a cada dia, vendo o que está bom e o que ainda precisa ser aperfeiçoado. Tendo isso em mente, seu inglês vai dar um salto de qualidade sempre. Então, não se esqueça disso e nunca desista! (never give up!).

Bom, acho que por hoje é só. Espero que tenham gostado. Bons estudos e até a próxima.

Aprenda mais sobre o tema

  1. Como dizer “Eu que agradeço” em inglês
  2. Como dizer “também” em inglês
  3. For you x To you: Qual a diferença
  4. Question FOR you x Question TO you: Qual a diferença?

The male brain, the female brain – 6 minutes – BBC


Do you think that men are better at reading maps?

Are women better at doing several things at once?

New research from the US says they are, and it can explain why. A team from the University of Pennsylvania says male and female brains are connected in very different ways, and this means that men and women are better at doing different things.

Podcast

O que a expressão “HIT A FOUL BALL” significa?


HIT A FOUL BALL [dar bola fora – dar mancada – pisar na bola]

O campo de beisebol tem o formato aproximado de um quarto de círculo, chamado fair zone. Essa área principal é dividida em diamante (diamond ou infield) e jardineira (outfield). As rebatidas só são válidas quando ficam limitadas à região entre as duas laterais do campo. Caso contrário, o lance é considerado bola fora (foul ball). Considera-se também foul ball quando a bola toca no chão dentro do diamante e sai pela linha lateral entre o home plate e a primeira base, ou entre o home plate e a terceira base. Se a bola tocar no chão em qualquer ponto do fair zone e sair pela linha lateral depois da primeira ou depois da terceira base, ela é considerada bola válida (fair ball). Em diversos outros contextos, usamos a expressão hit a foul ball para nos referirmos a qualquer erro, deslize ou engano cometido por alguém.

foul ball

Cf. Expressões idiomáticas: GET TO FIRST BASE

  • We thought the company had finally stepped up to the plate with the release of their new product but they hit a foul ball.
  • Chegamos a pensar que a empresa tinha finalmente acertado em cheio com o lançamento de seu novo produto, mas eles acabaram pisando na bola.
  • How could such a renowned company act so immaturely as to disrespect its customers? They definitely hit a foul ball on this one.
  • Como uma empresa tão renomada pôde agir de forma tão imatura a ponto de desrespeitar seus clientes? Dessa vez, eles pisaram feio na bola.
  • “The president hit a foul ball instead of a home run,” said Graham, who assumed the Judiciary Committee seat of the late Rep. Steven Schiff, R-N.M., earlier this year. (The Washington Post)
  • “O Presidente pisou na bola em vez de marcar um gol de placa”, disse Graham no início do ano. Graham assumiu a vaga deixada na Comissão do Judiciário pelo finado Deputado Republicano do Novo México Steven Schiff.

Cf. Expressões Idiomáticas: Assumir responsabilidade Cf. Falsas Gêmeas: CLIENT x CUSTOMER Cf. Expressões Idiomáticas: Pisar na bola Cf. Micos em inglês: Vovó, o que “LMAO” quer dizer?

Referência: “O Inglês na Marca do Pênalti”, de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2012. Leia a resenha.