Verbos em Inglês


Os verbos são palavras usadas para indicar uma ação praticada (andar, estudar, etc), um estado em que alguém ou alguma coisa se encontra (ser, estar, etc) ou uma mudança de estado (ficar, tornar-se, etc).

A definição do Dicionário Aulete a seguir deixa isso bem claro.

Verbo: classe de palavra que expressa ação, estado ou mudança de estado.

Em inglês, os verbos podem ser classificados, quanto à forma, em regulares, irregulares e anômalos.

Ao serem usados, os verbos costumam sofrer variações. Estas variações são chamadas de conjugações. Veja exemplos de uso com algumas conjugações em inglês.

  • He likes to play the guitar. [Ele gosta de tocar violão.] – presente simples
  • I talked about it. [Eu falei sobre isto.] – passado simples
  • We are working now. [Nós estamos trabalhando agora.] – presente contínuo
  • They went home. [Eles foram para casa.] – passado simples

Verbos regulares

Os verbos regulares em inglês são aqueles que, para se obter o passado ou particípio passado, acrescenta-se “d”, “ed” ou “ied” a eles.

Live – passado: lived – particípio passado: lived Work – passado: worked – particípio passado: worked Study – passado: studied – particípio passado: studied

Exemplos de uso:

  • I lived there for 18 years. [Eu morei lá durante 18 anos.]
  • They have worked here for many years. [Eles trabalham aqui há muitos anos.]
  • We studied a lot last week. [Nós estudamos muito na semana passada.]

Verbos irregulares

Aqueles verbos que não podemos formar o passado ou particípio passado com ”d”, ”ed” ou ”ied”, são chamados de irregulares. Neste caso, há uma lista com por volta de 170 verbos irregulares, que normalmente é aprendida dia após dia no convívio com o idioma.

É importante notar o fato de que a irregularidade dos verbos em inglês está apenas nas formas do passado e do particípio passado, e não na conjugação dos mesmos, como ocorre no português.

Exemplos de uso com verbos irregulares:

  • I found the file. [Eu encontrei o arquivo.]
  • He was at home yesterday. [Ele estava em casa ontem.]
  • The man became a prince. [O homem se tornou um príncipe.]
  • Senna won the race easily. [Senna venceu a corrida com facilidade.]

Verbos anômalos

Os verbos modais (modal verbs) ou anômalos são verbos com características diferentes dos outros verbos (verbos normais). Entre estas características, podemos mencionar:

  1. Não têm formas terminadas em -s, -ing ou -ed;
  2. Não podem ser utilizados um logo após o outro;
  3. Funcionam como auxiliares nas frases interrogativas;
  4. São seguidos de verbos no infinitivo sem to;
  5. Apenas quatro verbos modais têm a forma no passado, mas não são verdadeiramente verbos do passado;

Leiam mais sobre o assunto em: Modal Verbs: entenda porque eles são tão diferentes.

Formas no futuro

As formas no futuro em inglês são obtidas com ”will”, ”going to”, ”ing” ou ”shall” (menos comum hoje em dia).

Exemplos de uso:

  • I will call you next week. [Eu vou ligar para você na semana que vem. Euligarei para você na semana que vem.]
  • He is going to stop. [Ele vai parar. Ele irá parar.]
  • I’m leaving tomorrow. [Eu vou partir amanhã. Eu partirei amanhã.]
  • They shall return. [Eles retornarão. Eles vão retornar.]

Note que não existem em inglês conjugações típicas (exclusivas) do futuro, como há em português, por exemplo, “estudarei”, “ajudarei”, “irá”, “voltarão”, “venceremos”, e por aí vai. As formas de se obter o futuro em inglês, “will”, “going to”, “ing” ou “shall” são usadas também em outras situações (onde não expressam ideia futura). Por isso, algumas pessoas dizem que do ponto de vista do uso real da língua inglesa o futuro simplesmente não existe.

Se você quer conjugar verbos em inglês, acesse: Conjugador de verbos do inglês.

Para concluir, você já deve ter percebido que os verbos são fundamentais em qualquer idioma. Porém, é importante estar atento às diferenças de utilização (em relação ao português) e às peculiaridades que possuem, para poder aprender melhor e, com isso, avançar de forma eficiente nos estudos.

Espero que tenham gostado. Bons estudos e até a próxima.

Aprenda mais

  1. Como aprender verbos irregulares e regulares em inglês
  2. Exercício: Verbos Regulares
  3. Exercício: Verbos irregulares
  4. O que é o Past Participle?
  5. Futuro em inglês explicado detalhadamente
  6. Como usar o tempo futuro no Inglês: Will ou Going to?
Advertisements

O que é o Past Participle?


Se você estuda inglês, já deve ter se deparado com aquela tabelinha de verbos. Sabe aquela que tem três colunas? A primeira é o verbo basal, sem alteração. A segunda, o passado simples. A terceira é o título deste post: past participle, o particípio em inglês. E para que é que essa terceira coluna de verbos serve?

Calma, antes de falar do uso do particípio, vamos ver a formação dele. Como no passado simples, com os verbos regulares, basta acrescentar “ed” como terminação para formar o particípio. Com o verbo “want“, por exemplo, tanto o passado simples quanto o particípio viram “wanted” (veja mais sobre a formação do passado aqui). É para os verbos irregulares que serve a tal tabelinha: tanto no passado simples quanto no particípio, os verbos mudam bastante (caso de “go“, que vira “went” no passado e “gone” no particípio) ou não mudam nada (como “cut“, que é igual nas três formas). Não há regra. E, para aprender suas formas, a melhor maneira é praticando.

E o nome past participle? Por que o past na frente se, em português, ele é particípio? Em português, só consideramos o equivalente ao past participle como particípio. Em inglês, ainda há o present participle, que é o verbo com a terminação “ing“. Sobre o uso do “ing“, recomendamos que você escute este podcast: English Podcast 13 – Entendendo o uso do -ing.

Finalmente, vamos falar sobre os usos do past participle. Os particípios são complementos: podem fazer parte de uma estrutura verbal ou podem ser adjetivos. Vamos analisar caso a caso para ajudar você:

1. Past participle como adjetivo: eles qualificam algo ou alguém, em geral para dizer como aquilo ou aquela pessoa está (não o efeito que ela causa) ou como se sente:

  • That city doesn’t have paved streets. (Aquela cidade não tem ruas pavimentadas.)
  • There were fallen leaves on the sidewalk. (Havia folhas caídas na calçada).

Se tiver dúvidas sobre a voz passiva em inglês, visite este artigo.

2. Past participle como parte da voz passiva: a voz passiva é composta do verbo to be acompanhado do particípio e é usada para dar mais ênfase à ação do que ao sujeito que a pratica. Veja na prática:

  • Voz ativa: Someone stole my car. (Alguém roubou meu carro.)
  • Voz passiva: My car was stolen. (Meu carro foi roubado.)

3. Past participle como particípio de orações reduzidas: quando queremos “cortar” a explicação, usamos frases reduzidas. Um exemplo: ao invés de dizer “os livros que foram perdidos pelo aluno serão pagos pelos pais”, reduzimos a oração e dizemos “os livros perdidos pelo aluno serão pagos pelos pais.” O mesmo acontece em inglês – veja a mesma oração:

  • The books lost by the student will be paid by the parents.

Mais um exemplo, já reduzido:

  • With the problem solved, they could move on. (Com o problema resolvido, eles puderam seguir adiante.)

4. Past participle como parte de estruturas verbais: mais especificamente, como parte dos tempos com perfect no nome: present perfect, past perfect e future perfect. Essas estruturas sempre pedem o particípio em suas formações:

  • Present perfect – have/has + past participle: I have never been to Paris. (Nunca estive em Paris.)
  • Past perfect: had + past participle: When she got there, he had already left. (Quando ela chegou lá, ele já tinha ido embora.)
  • Future perfect: will have + past participle: You’re taking too long! The plane will have left by the time you get there. (Você está demorando demais! O avião já terá partido quando você chegar lá.)

5. Past participle com modais: depois de um modal (como should, could e must), é preciso colocar o verbo em sua forma basal, inalterado. Como usar um modal para falar do passado, então? É possível usar o formato “modal + have + past participle” para falar de algo que já aconteceu. Vamos ver em exemplos:

  • I could have helped you if you had told me before. (Eu poderia ter ajudado você, se você tivesse me dito antes.)
  • They didn’t come… They must have forgotten. (Eles não vieram… Devem ter esquecido.)

Estes são os principais usos do past participle, o particípio em inglês. Se quiser saber mais, há muito material ainda nos fóruns aqui do English Experts.

Bons estudos!

~ Vanessa Spirandeo ~

Ampliando o Vocabulário: FLY


Fly é mais um daqueles verbos que você, ao começar a ter contato com o inglês, normalmente assimila facilmente, sem muito esforço, porém passa instintivamente quase sempre a interpretá-lo como “voar”. Bom, o objetivo nosso aqui hoje é ajudá-lo a ir além disso – queremos mostrar que o verbo “fly” pode ser utilizado com outros significados, que podem facilitar bastante a sua vida na hora de avançar nos estudos e compreender o idioma de uma forma mais ampla e natural.

Antes seria importante darmos uma olhada e, revermos em alguns exemplos de uso, ”fly” no seu sentido mais básico: voar. Observe:

  • The butterfly and the birds are flying. [A borboleta e os pássaros estão voando.]
  • Humans can’t fly. [Seres humanos não conseguem voar.]
  • I wish I could fly. [Eu queria conseguir voar.]
  • Not all insects can fly. [Nem todos os insetos conseguem voar.]

Bem, acho que está na hora de iniciarmos a dica e falarmos de”fly” no sentido de ”pilotar”. Acho que você deve estar um pouco surpreso com este uso, não está? Eu também já fiquei um dia. Mas sim, ”fly” pode ser usado com este sentido: pilotar avião, helicóptero etc. Veja como fazê-lo.

  • Can you fly an airplane? [Você sabe pilotar um avião?]
  • He learned to fly while he was in the Air Force. [Ele aprendeu a pilotar (aeronaves) quando estava na força aérea.]
  • She flies for a major airline. [Ela pilota para uma grande empresa aérea.]
  • He knows how to fly a helicopter. [Ele sabe pilotar helicóptero.]

Outra forma de uso bastante curiosa para ”fly” é ”viajar de avião, helicóptero etc” ou ainda ”transportar de avião, helicóptero”. Fiquem de olho nos exemplos abaixo.

  • I’m flying to Canada to visit my family. [Eu estou viajando para o Canadá para visitar minha família.]
  • What airline are you flying (on)? [Em qual companhia aérea você está viajando?]
  • Sometimes it’s cheaper to fly. [Às vezes, sai mais barato ir de avião.]
  • They fly cargo around the world. [Eles transportam cargas pelos arredores do mundo.]

Então, quando ouvir em inglês alguém dizer, por exemplo, ”I’m flying to Canada”, tente levar em conta também outras possibilidades, como “viajando”, e não ir direto ao básico: “voando” como um pássaro, que é uma tendência natural para quem está começando. Parece apenas um detalhe bobo, mas pode enganar se você não estiver atento a isso.

Não podemos deixar de mencionar ”fly” quando este é usado como “mover-se rapidamente”, “ir rápido”, “passar rapidamente”. Vamos ver como funciona.

  • Time flies. [O tempo voa.]
  • Cathy flew by me in the corridor. [Cathy passou voando por mim no corredor.]
  • Our vacation flew by. [Nossas férias passaram voando. Passaram rápido.]
  • I must fly or I’ll be late for my appointment. [Eu tenho que ir rápido ou vou perder a hora para o meu compromisso.]

Para concluir, saiba que existem expressões relacionadas importantes, como “fly a kite” (soltar pipa), ”fly a flag” (hastear uma bandeira) e “fly off the handle” (se irritar e perder o controle). Não se esqueça também de que o passado de ”fly” é ”flew”/fluː/ em todos os casos mencionados na dica de hoje.

  • Children like to fly kites. [Crianças gostam de soltar pipas.]
  • After the invasion, people were forbidden to fly their national flag. [Depois da invasão, as pessoas foram proibidas de hastear suas bandeiras nacionais.]

Agora é a sua vez de participar e colocar em prática o que aprendeu. Passe as sentenças a seguir para o inglês.

  1. Ele pilota aviões.
  2. Eu acho que o tempo voa.

Acho que por hoje é só. Espero que tenham gostado. Bons estudos e até a próxima.

Artigos Relacionados

Enviar comentáriosAcessar versão online

Today’s Phrase – Chicken out


When you say someone has chickened out of something, you mean they have failed to do something, or they haven’t tried to do it, because they were afraid.

Examples:

Johnny says he is an action man but he chickened out of riding a horse.

Are you absolutely sure you want to go bungee jumping with me? I don’t want you to chicken out at the last minute.

 

Take note

If you say someone is no spring chicken you mean they are not young.

Example:

I don’t go partying every night any more. I’m no spring chicken and I need to have a good night’s sleep.

Interesting fact

According to the Guinness World Records website, the oldest living chicken was found in Maryland, US, in 2011. It was called Muffy and was 22 years old when it was found.

Gírias e boas atuações foram desafios para dubladores de “Breaking Bad”


Premiada e cultuada por fãs no mundo inteiro, “Breaking Bad” chamou a atenção no início do mês por outro motivo que não os prêmios que levou no Globo de Ouro e no SAG Awards. Estreante da Record, na qual passou a ser exibida a partir do último dia 14, a série sobre o traficante de meta-anfetaminas Walter White (Bryan Cranston), virou assunto por conta de sua dublagem.

Em meio a críticas e elogios, a versão em português da atração despertou a curiosidade dos fãs. Afinal, todos queriam saber como ficariam as traduções de seus bordões marcantes. Um dos mais lembrados pelos fãs, o “Yeah, bitch” de Jesse – dito por seu intérprete Aaron Paul até no palco do Globo de Ouro – virou um sonoro “Aí, vadia”.

A voz por trás de Jesse na versão brasileira, o dublador Felipe Zilse elegeu a tradução como sua favorita entre todos os bordões do personagem e contou que vários fatores tiveram de ser considerados na hora de escolhê-la. “O ‘aí, vadia’ foi uma adaptação minha e do diretor. Tivemos que levar em conta que ele abre bastante a boca pra falar, para parecer que ele está falando o português. Lógico que é impossível ficar perfeito, mas a gente tenta chegar o mais perto possível”, contou Felipe.

Leia mais…

Vale a pena morar na Africa do Sul


Na África do Sul, o país dos safáris e belíssimas praias de azul turmalina, você certamente quer ter uma ótima e inesquecível temporada no exterior durante seu Intercâmbio e Curso de Inglês no Continente Africano, certo? Essa breve análise vai com certeza te deixar livre e relaxado para aprender e aproveitar intensamente sua viagem, além de fazer suas economias valerem o máximo para estudar e fazer Intercâmbio na África do Sul.

As principais e mais conhecidas cidades da África do Sul incluem a Cidade do Cabo (Cape Town), Pretória (Pretoria), Durban, Johanesburgo (Johannesburg) e Port Elizabeth. Em praticamente todas essas cidades existem boas escolas de Intercâmbio que recebem alunos do mundo todo.

A África do Sul é um destino para quem busca conhecimento e lazer, um país em constante desenvolvimento, com clima agradável e ainda com locais onde a vida selvagem predomina.

As escolas de Inglês do país se localizam predominantemente em suas maiores cidades, especialmente a Cidade do Cabo que recebe voos internacionais de város países, inclusive do Brasil..

O verão Sul-Africano vai Novembro e Março, com o pico nos meses de Dezembro e Janeiro emquanto inverno é entre Maio e Agosto. Em quase todo o país há um clima quente e agradável durante o ano todo. O inverno mais intenso vai de Junho a Julho.

Existem cerca de 22 universidades na África do Sul, servindo mais de 400.000 estudantes, muitos deles de outros países que vêm fazer seu intercâmbio de idiomas ou obter seu diploma superior naquele pais.

Após o término do Apartheid, período durante o século XX em que havia uma política de segregação racial na África do Sul que fazia com que as universidades e outras instituições de ensino estabelecessem regras de discriminação racial, o Ato de Educação Superior então unificou todas as instituições de ensino superior, e hoje as universidades são vibrantes centros multicuturais, onde as divisões raciais não são tão ostensivas quanto no passado. Hoje, Viagens de Intercâmbio para a África do Sul estão entre as mais populares.

Fazer uma viagem de Intercâmbio para a África do Sul é um evento simplesmento inesquecível!

Leia mais…

Buy e Sell: Comprar e Vender em Inglês


Hoje vocês vão ver dois verbos essenciais no aprendizado do inglês. Em nossas atividades rotineiras, por exemplo, quando vamos a uma loja, ao supermercado, ou quando estamos no ambiente de trabalho, falamos bastante em comprar (buy) e vender (sell). Daí a importância de se ter um bom domínio deles para poder se dar bem com o idioma.

Primeiramente, vamos falar de “buy”, que é um verbo irregular cujo passado é “bought” /bɔːt/. Curiosamente, a pronúncia de “buy” é a mesma da preposição “by”: /baɪ/. Trata-se de duas palavras homófonas – ou seja, possuem escritas e significados diferentes, mas a mesma pronúncia. Bom, para que possam entender melhor as formas de uso, vamos aos clássicos exemplos.

  • I will buy a present for you. [Eu vou comprar um presente para você.]
  • I will buy you a present. [Eu vou comprar um presente para você.]
  • I bought it from a friend for £10. [Eu comprei isto de um amigo por $10.]
  • Women buy more than men. [As mulheres compram mais do que os homens.]
  • John buys a lot when he is on vacation. [John compra muito quando está de férias.]

source