Dicas – A importância do inglês – Au pair


Qual o nível de inglês necessário para ser au pair?

A resposta mais simples é: o nível suficiente para entender e ser entendida. Mas de verdade! Nada de “embromation”!! O programa tem como principal intenção aprimorar o nível de inglês, mas estão errados os que pensam que é para aprender inglês. Não é! O nível é o “intermediário avançado”, porque não vale a pena arriscar a vida de crianças por falta de comunicação. O que isso quer dizer? Que é necessário aprender inglês no Brasil e depois tentar ser Au Pair.

Como eu sei se meu nível é suficiente?

As agências fazem testes de inglês para avaliar o nível de inglês das participantes. Cada agência faz um teste diferente, as vezes com teste escrito, as vezes com “listening” (escutar gravações em inglês), e principalmente conversa e diálogo. Passar no teste é um bom indício de que o nível de inglês é suficiente, mas a importância do inglês vai além disso, porque a conversa telefônica é muito importante para um bom match. A futura au pair tem que ser capaz de entender e falar inglês de maneira a comunicar-se com eficiência.

Consigo entender bem, mas não consigo falar…

Isso é normal, para a grande maioria das au pairs e estudantes de inglês. Conseguir entender é um ótimo começo, mas é necessário saber se comunicar, e para atingir esse nível só com prática. Uma boa forma de começar é fazendo leituras, principalmente em voz alta. Artigos e textos na Internet são fáceis de conseguir. DVDs com legendas em inglês ajudam na pronúncia e no vocabulário. Lembre-se: falar e ler são coisas bem diferentes. Leitura é mais fácil porque fazemos com calma e sem pressão. O ideal é ler um artigo e tentar repetir o que foi lido em voz alta, em inglês, ou seja, interpretar.

Uma opção é matricular-se em alguma escola que tenha um curso voltado para a conversação. Lá você terá uma boa noção se consegue se comunicar com outras pessoas em inglês. Imagine: se você tem dificuldades até para falar com outro brasileiro em inglês, como você vai se sair quando conversar com um americano no telefone? Mas cuidado!! Há muitas escolas que oferecem cursos “mágicos”, que prometem fluência em pouco tempo e sem esforço. Confie nas escolas de renome, que têm tradição e métodos reconhecidos pelo mercado.

Eu sempre recomendo o site da Cultura Inglesa porque eles têm um teste de inglês que dura uns 20 minutos e dá uma boa idéia do seu nível atual. Muitas au pairs têm o nível muito baixo de inglês e ficam bravas quando a escola recomenda que se comece com um curso básico. Mas as grandes e boas escolas, como a Cultura Inglesa, não mentem para os alunos. Nível intermediário é para aqueles que entendem tudo, tem um bom nível de gramática e conseguem se comunicar, com poucos problemas. Este é o nível que você quer chegar!! Lembre-se: se você não sabe falar inglês, não tem nível intermediário ainda! Para saber qual o seu nível de inglês, faça o teste de nivelamento da Cultura Inglesa e descubra.

Quais os riscos de se ter um nível baixo de inglês?

Muitos. O sucesso do programa está nos detalhes. No começo, todas as famílias relevam os detalhes e não os cobram, mas isso não dura muito tempo. Um lapso ou outro é normal, mas se a família ver que a menina não está aprendendo, eles vão pensar em mudar de au pair. Repetindo: uma au pair não viaja para aprender inglês e sim para aprimorar e ganhar fluência. Depois de escutar a mesma expressão algumas vezes, se a au pair não aprende, quer dizer que ela não está se esforçando, não está prestando atenção e não é do tipo que estuda muito. Essa é uma péssima impressão para a família!
Um dos principais motivos de rematch é a falta de comunicação entre as partes.

Principalmente, a au pair não consegue transmitir para a família de maneira clara e calma o que a está perturbando. Muitas vezes são coisas simples, como ajuda com o comportamento das kids, inconsistência nas regras, expectativas inexplicadas, nervosismo da au pair, saudades e homesickness. Mas se a au pair não é capaz de se comunicar e explicar o que ela sente, a família vai achar que ela não é capaz de cuidar das crianças e a partir do momento em que a família se sente insegura, o próximo passo é o rematch. Cabe à au pair explicar, de maneira convincente, que ela está feliz, que é capaz e que gosta da família. Se for do desejo da au pair, cabe à ela explicar os motivos do rematch, porque não concorda com as regras, etc.

Navegando pelo site da Cultura Inglesa, verifiquei que eles têm um curso de conversação muito interessante. Lembra que eu falei que as escolinhas por aí prometem fluência com métodos mágicos? Então, a Cultura Inglesa tem dois cursos de conversação: o Express e oMaster. O curso Express aproxima muito a Au Pair da realidade que ela vai ter no dia-a-dia e com o inglês falado, ideal para a conversa telefônica que toda Au Pair precisa ter com a família. O curso Master é para quem já conversa em inglês e precisa só de mais prática, para não esquecer. Isso quer dizer que os níveis não são misturados e quem está lá para aprender de verdade não fica intimidado com todas as informações de uma vez!! Eu gostei muito porque eu nunca gostei de como as outras escolas prometem fluência em inglês de maneira mágica. Como eu morei dois anos fora, eu sei que não existe mágica e sim um curso bom e bastante esforço pessoal.
Para conferir estes e outros cursos da Cultura, passeie pelo Portal deles: http://www.culturainglesa.net

Source

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s